Combustível na carreta, cuidado redobrado

Já imaginou você dirigindo um Volvo VM com toda a tecnologia e funcionalidade disponível? A hora chegou! Saiba mais informações sobre a nova campanha Volvo!
Combustível na carreta, cuidado redobrado | Volvo na Estrada

Quem já trabalhou em canteiro de obras sabe bem: o maquinário da construção civil consome muito combustível. Uma escavadeira hidráulica pode consumir uma média de 15 litros de diesel por hora de trabalho. Por causa disso, muitas empresas contam com a ajuda do caminhão-comboio, que leva o combustível até o local das obras, agilizando o serviço das empresas e garantindo o controle de qualidade do que é consumido pelo equipamento. Além disso, este tipo de caminhão permite também a lubrificação dos componentes e a coleta do óleo, para que seja feito o descarte correto.

No entanto, algumas empresas optam pelo transporte simples: um caminhão que transporta os barris de combustível até o lugar das operações. Se optar pela não utilização do caminhão-comboio, a empresa ou o carreteiro deve seguir as normas estabelecidas pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), que regulamenta o transporte de produtos considerados perigosos. Não atender às normas pode ocasionar multas, apreensão do veículo e até indiciamento do condutor.

Além da documentação em relação ao veiculo de transporte e sobre a carga, o motorista também deve seguir alguns requisitos. Um exemplo é ter o documento que comprove a realização do MOPP (Movimentação e operação de produtos pesados) e uma licença ambiental emitida pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado.

 

 

 

Este artigo foi produzido com base em pesquisa realizada nos principais canais de informação do mercado de transporte. As afirmações contidas aqui não necessariamente representam o posicionamento da Volvo.