Manutenção preventiva, preditiva e corretiva: qual a melhor opção?

Manutenção-preventiva-preditiva-corretiva

A manutenção dos veículos é uma tarefa muito importante para garantir tranquilidade, conforto e segurança na hora de pegar a estrada. Porém, para quem faz a gestão de grandes frotas, alinhar todas as manutenções pode ser um pouco complicado. Por isso, é importante estruturar um plano de manutenção com as datas e procedimentos a serem realizados. E para te ajudar, nós listamos 3 tipos de manutenção existentes e suas funções, para você entender quando precisa efetuar cada uma delas. Confira.

Manutenção Preventiva

Planejada com antecedência, ela evita potenciais problemas. Fazer a verificação elétrica e mecânica, trocar óleo e água e checar o estado dos pneus, limpadores de pára-brisa e outros itens, são práticas que ajudam a evitar maiores danos ao veículo.

Manutenção Corretiva

São procedimentos de reparo realizados em casos emergenciais, como uma pane elétrica ou batida. Porém, é interessante evitar essa prática, pois pode acabar saindo caro para a empresa, por conta da urgência.

Manutenção Preditiva

Seu objetivo é identificar com antecedência possíveis problemas mecânicos ou elétricos, antes que se tornem graves. Existem mecanismos que trazem diagnósticos precisos sobre o estado das peças e, dessa forma, ajudam a monitorar as necessidades do veículo.

 

Investir em manutenção contribui com o aumento da durabilidade do veículo e reduz o risco de imprevistos durante as viagens. Por isso, Volveiro, fique atento aos sinais e planeje antecipadamente as manutenções do seu bruto.

 

Para continuar por dentro das dicas e novidades, acompanhe o blog e nossas redes sociais: Facebook | Instagram.

 

 

Este artigo foi produzido com base em pesquisa realizada nos principais canais de informação do mercado de transporte. As afirmações contidas aqui não necessariamente representam o posicionamento da Volvo.